Cenas de Ações de Entreato V: Desgraça, Traição, Guerra e Loucura

Atualizado: 26 de Jan de 2020

"(...)Os sorrisos aqui punhais escondem. Quanto mais perto o sangue dos parentes, maior é a afinidade sanguinária. ( Macbeth II - I II . Shakespeare)"

Linha do tempo:

  1. Ato V (Sessão de Larp) https://www.galeria-ato5.riov5larp.com/

  2. Epílogo do Ato V: https://www.riov5larp.com/post/epilogo-ato-v

  3. Interlúdio V: https://www.riov5larp.com/post/interludiov


Desgraça

Meses se passaram e o Príncipe Don Guido partiu com seu Cappo Don Vitto para a Convenção de Chicago, deixando Delfim, o recém-proclamado Senescal ou melhor, como o Príncipe prefere, o Consigliere, para reger temporariamente em seu lugar a Cidade Livre e sua outra Cria, Donna Guillia, responsável junto com Delfim pelos seus negócios e pelo Centro de Tecnologia e monitoramento do Principado.


Os incêndios e as tempestades voltaram com força total, inclusive atos considerados terroristas pelas autoridades, misteriosas chuvas e deslizamentos localizados, todos os vampiros foram perseguidos e caçados pela Segunda Inquisição e alguns poucos foram dados como destruídos.


Além disso forças ocultas atacaram algumas influências dos cainitas, e sequestraram em grande parte as que ficaram sem "dono" nos últimos entreatos. A Mídia; Arquidiocese do Rio de Janeiro; Marinas da Baia de Guanabara e Iate Clube; Coligação: O RIO EM 1º LUGAR (MDB / PP / PSC / PTB / PSL / PPS / PTN / DEM / PSDC / PRTB / PHS / PMN / PTC / PRP / PSDB / PEN / PSD / SD); Sul América Seguros; Icatu Hartford; Itaú; Bradesco; BOPE, Garantia da Lei e da Ordem (GLO), Bateria de Comando de Serviços da Fortaleza de São José, Casas de Câmbio foram cooptadas por forças desconhecidas mas, principalmente, muitas e muitas Franquias (Milícias) foram tomadas das presas influentes dos vampiros, que passaram em muitos lugares a serem Narco-Milícias (junção com o Tráfico de drogas) sobre influência certa de seres sobrenaturais não revelados. Não se sabe muito mais do que isso pois houve um bloqueio sobre "fofocas" e informações de transações de Influências no entreato, apenas essas de alguma forma vazaram.

Por outro lado, aparentemente, nenhum Membro Aceito pela Camarilla foi destruído. O que ficou claro é que a união de Coteries (Círculos), alianças e influências movidas sob a égide da Torre e o individualismo, uma marca dos cainitas cariocas, é fatal para esse momento. E apesar das Harpias mundiais terem desacreditado o Domínio com seu decreto de Cidade Desgraçada, o Consigliere Delfim, usando de seus Status temporários e uma dose de coragem e paciência para enfrentar esse perigoso momento, conseguiu manter a Camarilla para seu Príncipe em sua ausência.


Delfim reuniu algumas pequenas cortes informais e pouco divulgadas entre os Membros nas ruínas do Hotel Glória e na Estação de Metrô da Carioca, onde ouviu alguns Cainitas procurando proteção e segurança da Torre, sempre ao lado da Cortesã Lady Isabelle e do Xerife Simon. Trabalhando sempre em grupo, continuaram a dar Status Temporários para agirem como Soldados do Principado: os Conselheiros Anciões General Meneses e Regente Viktor, os Magistrados Anciões Martino e Calamare, a Anciã Ártemis e os Neófitos Hector e Jorge. Estiveram também juntos o candidato a Novo Arauto e Harpia Chefe Ancião Recente Octavius, que se mudou de Brasília para o Rio, a nova Harpia Assistente Ancilla Clarisse e a Harpia em treinamento Bianca. Contaram também com o apoio do Clã da Lua na figura de Tape, que misteriosamente sempre descobria quando haveria uma corte e do Clã da Fé por Fernão e Clarisse, sempre sob o olhar atento de Hassam "Morte Súbita", um dos interventores apontados pela Justicar Parr do Clã da Lua.


O grupo selecionado por Don Vitto para fazer a segurança do Príncipe, entre eles os Ancillae Severiano e Acácio, durante sua ida para Chicago ficaram um pouco perdidos e quase não apareceram nos encontros. Nem sempre a equipe estava completa e nem sempre a corte tinham todos esses vampiros, (Meneses e Ártemis não conseguiram ir nos primeiros e Viktor se ausentou dos últimos para viajar para a Convenção de Praga etc) e muitas vezes a reunião era preciso ser interrompida 20 minutos após começar por conta dos Caçadores. Inclusive ainda não houve tempo de Delfim cumprir o prazo de 1 mês de Don Guido de apontar um novo Arauto em seu lugar. Alguns outros Membros, aliás, por conta da informalidade dos encontros, não foram ou mesmo não souberam de todos, a Camarilla Carioca ainda está tentando se comunicar na nova realidade analogica.


Os Cainitas se despedem de suas Máscaras mortais, abraçando em conjunto um plano de novas Identidades Alternativas para sobreviverem no Rio Noturno. A ação de influência de Bloqueio que foi imposto sobre transações de influências no entreato ajudou muito as ações de influências para conseguirem papéis legais ou falsificados para essas identidades. Algumas dessas Máscaras possuíam Fama e assim muitas delas viraram notícia:


Diversos ataques terroristas á figuras da Arte e Entretenimento, com ataques a produtoras de audiovisual, companhias de teatro, dança e centro culturais. A principal vítima desse terrorismo foi o famoso diretor teatral Muller, o que causou uma comoção nacional. A confirmação dos desaparecimentos misteriosos dos famosos no estado ou na cidade do Rio, possivelmente mortos em um desses ataques antes deles ganharem a grande mídia: o empresário de MMA Carcará, o vocalista Dennys de banda de Rock, a Artista Plástica e Mecenas Katrina (que acreditava-se estar morta há muitos anos), etc. etc. etc.


Outra questão foi o fim de quase todas as investigações e cerco da imprensa sensacionalista e youtubers de teoria da conspiração em cima de quase todos os notórios "Canibais do Rio" e dos documentários sobre Chefões da Máfia de Chicago do final dos anos 30 que estariam vivos até hoje na cidade. Apenas segue o cerco midiático sobre o "pálido devorador de cadáveres", que ainda persiste em danificar a Máscara.


Por outro lado o esquema de coleta de recursos ou serviços para o Fundo do Principado, édito do Conselho da Rosa Sombria, funcionou mais efetivamente neste momento. Quase todos os Cainitas em algum momento, no começo, meio ou final do entreato foram abordados pelo Xerife e/ou pelo Cappo e contribuíram de alguma forma. O Principado conseguiu uma receita gigantesca, aplicando no Centro de Tecnologia e Defesa, no grupo de elite mercenário mortal coordenado pelo Conselheiro General Meneses e para pagar os transportes Nosferatu por toda a cidade. No final, por questão de sistema, o Principado pode movimentar Recursos 5 mesmo depois de todos os gastos.


Contribuíram com dinheiro (1 Ponto de Recursos) :

Isabelle (150k), Delfim (1.5k), Fernão (150k), Cristiano (150k), Carpenter (17.5k), Muller (17.5k), Clarisse (150k), Meneses (80k), Marcos Silva (1.5k), Tape (1k), Calamare (1.5k), Bianca (1.5k), Jorge (17.5k), Kalixto (80k), Katrina (1.5k), Adão (1.5k), Comendador Zacarias (17.5k), Heleno (17.5k), Taggen (1k), Fabrício (1.5k)


Contribuíram com serviços para o Principado:

Vitto, Guillia, Simon, Hector, Martino, Rolf, Ártemis, Dennys, De Veronese, Severiano, Acácio, Viktor, Almiro, Isadora, Madame Celeste, Hassam, Valéria, CdM, Bárbara, Alcântara,, Ana Amélia, Octavius, João Coveiro.


Não foram encontrados para prestar contas: Sara e Isaura e os novos Caitiff Tolerados. O édito não prevê cobrança aos Cainitas não apresentados.