Clãs - Malkavian

Status: Reconhecido, Confirmado, Estabelecido, Privilegiado, Nobre

MALAQUIAS

SPC -Um acadêmico que alegava ter estudado em Alexandria, sua fama como nodista é notória. Tem semblante sereno e fala de forma calma e tranquilidade mas, assim como o mar, ninguém sabe o que realmente ocorre abaixo da superfície. Conselheiro original sendo o único que não pertencia aos dois Clãs da Aliança Lasombra-Toreador, costumava sempre que presente nas reuniões do Conselho da Rosa Sombria seu Consul em tempos de paz. Sua fúria era temida e evitada pelos demais Conselheiros, mas não se sabe até hoje o que poderia provocar seus rompantes. Também era conhecido pelos acontecimentos fortuitos que sempre ocorrem a seu favor. De alguma forma, ele sempre tinha sorte no sorteio do Cargo temporário antes da Príncipe Dana transforma-lo em permanente para o dono do Domínio e da Práxis da Cidade Livre.

Boatos que teria viajado para Jerusalém junto com o seu novo Mirmidão Hassam, o Ancilla Banu Haqim da Torre da Cidade Livre,  agora foram confirmados.

“Nunca aposte com Malaquias, você sempre sai perdendo mesmo se ganhar!”

Status: Reconhecida, Confirmada, Estabelecida, Privilegiada

TAPE / SPECTRO

Conhecida no passado como "A Mulher de Duas Cores" esta Anciã Malkaviana está dividida entre dois terríveis polos bastante distintos .

Um Espectro que parece tão somente atormentado, vaga rente às paredes. Passa pelas pessoas como se elas não estivessem ali e fica por horas contemplando um mesmo ponto. Já Tape, a personalidade que a maioria dos cainitas conhece e conversa é tão brilhante como áspera.

É possível que a resolução para seu enigma pessoal resida em sua mente, na forma de memórias inatingíveis, que quando acessadas representam a chave e a porta de transformação, mas graças a Maldição do Clã da Lua, isso nunca será de fato descoberto. Enquanto isso ela vaga pelos Elísios entre a Dama e a Aparição.

“A pergunta é: você tem certeza que realmente consegue ver?"

Status: Reconhecido, Confirmado, Guardião, Nobre e Proeminente

OCTAVIUS

Era Ancilla Do Clã da Lua da Camarilla de Brasília, completamente obsessivo com seu trabalho como Harpia Assistente da Torre de Marfim da capital federal. Estranhamente apegado ao tradicionalismo, era bastante cortês e político mesmo com os clãs independentes e especialmente os indivíduos que não fossem dos seis clãs da Seita, mas que pleiteiam serem aceitos na Torre. Tem a fala calma e estranha mas também podia ser bastante professoral e atencioso, especialmente com os mais novos. Boatos que teria espionando a Camarilla carioca em eventos foram confirmados. https://www.riov5larp.com/artigos/status-favores-epilogos3 Recentemente foi promovido para o Cargo de Arauto e Mestre das Harpias de Brasília, após seu superior Del Vecchi ter caído nas mãos de Caçadores de Bruxas mortais. Responde agora diretamente o Senescal e Conselheiro dos Sete Tremere Saavedra que o apontou como Pretendente á Ancião da Camarilla por seus serviços prestados á Torre.

“No Elísio é sempre assim: alguém sempre se dá bem, e logo em seguida sempre tem alguém que se fode.”

Status: Tolerado

LUCIAN SMITH

Ancilla Independente que costumava andar mascarado e que dizia ser um profeta da gehenna ou "tanatologista" como é o costume dos Membros atualmente. Chegou no Rio na noite do sumiço da Principe afirmando que o ancião da cidade, Malaquias, corria um grande risco. Desapareceu desde então. Acredita-se que esse bilhete achado por um dos lacaios da Zeladora do Elísio possa ser dele. https://www.riov5larp.com/artigos/os-artefatos-da-gehenna Boatos que o Ex-Xerife e atual Conselheiro Brujah Rolf teria  encontrado sua máscara não foram confirmados

Status: Reconhecida e Leal

MADAME CELESTE AKA DORINHA (DORIS)

Diga se você já ouviu essa história: Ancião do Clã da Lua ganha direito de Abraço, trás para a noite uma vidente de bairro e ela desenvolve um divinismo real graças a Maldição de Malkav. Com Dorinha fora assim. Mas, a história não parou por aí.


Muitos anos atrás, quando a Camarilla da Cidade Livre não detinha a hegemonia do poder político e Bispo e Príncipe dividiam o mesmo teto de Elisio, Dóris Cria de Malaquias foi apresentada  á Soares do Clã da Rosa, Príncipe da Torre de Marfim . Na Elisia seguinte o mesmo príncipe realizou uma reunião com todos os Membros e Cainitas da Cidade. A reunião envolveu uma possível caçada de sangue de um traidor da Torre que deveria não estar sobre a proteção da Espada de Caim nem dos Independentes.  Dorinha então sacou seu baralho e começou a fazer perguntas ao Príncipe sobre o traidor. A cada resposta a neófita recém apresentada fazia mais perguntas e falava sobre a traição, cada vez mais em detalhes.

 

Dorinha então entrou numa espécie de transe e, como se possuída, acusou o Principe de ser o próprio traidor anti-clã dos Reis do Sabá que se passava por um Toreador por décadas . Dorinha acordou do transe sem nenhuma recordação  do seu jogo de tarot e estranhou que o Clã sa Rosa em peso no Elisio olhavam chocados para Soares e enquanto Malaquias, bastante circunspecto, começou a retirá-la do local. Anos depois Soares foi destronado pelo Clã da Rosa e nunca mais ninguém falou nisso.

Dóris por outro lado ganhou fama entre os mais novos que a procuravam para conselhos e previsões, porém era completamente ignorada pelos mais velhos. Décadas se passaram e ela previu a chegada de uma Principe mais "linha dura" que Soares mas que faria a cidade prosperar, dando uma longa fartura de vitae, fortificando a Torre, agregando a Independência e colocando a Espada na Bainha. E manteve a sua pós vida para presenciar tal fato, o que fizeram os mais velhos repararem de fato na sua vidência.

Dorinha andava sumida dos Elísios cariocas nos últimos 3 anos, mas agora retorna como Madame Celeste para a nata do Novo Principado munida de seus mapas atrais e baralho divinatório.

© 2018 por Rio V5 LARP.  URL: www.riov5larp.com  |  E-mail: riov5larp@gmail.com  |

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco