Status, Favores e Epílogos do Ato III


Status e favores no Ato III

Status Negativos:

Avisados (Sobre Aviso):

Meneses por Delfim

João Coveiro por Dennys

Vulgar:

Dominique por Khaldun

Khaldun por Cristiano

Dennys por Delfim

Em Desgraça (Desgraçado):

Frei Diego por Delfim

Status Temporário:

Viktor ganhou Leal do Delfim

Delfim ganhou Leal de Khaldun

Delfim ganhou Leal do Cristiano

Delfim ganhou Galante e Leal de Mestre Afonso

Artemis ganhou Corajosa de Meneses

Calamares ganhou Corajoso de Meneses

Marcos Silva quebrou o protocolo e deu a Carniçal (Ghoul) Fernandes ganhou Defensor para ajudar a proteger o Elisio

Status permanente:

Sabrina e Bianca foram Aceitas no Rio sendo Reconhecidas como Neófitas Lasombra Antitribu da Camarilla ( possuem, portanto, Proibição Maior de Status por serem recém chegada e serem Lasombra )

Favores:

Viktor e Almiro Soares ganharam a permissão de caçar e frequentar o bairro do Recreio.

Kalixto e Don Guido trocaram acordos e renovaram seus favores.

Khaldun pagou um favor menor que devia á Don Guido

Hassan pagou um favor menor que devia á Don Guido

Mestre Afonso pagou um favor menor que devia a Dona Giulia

Marcos Silva pagou favor menor a Dom Guido para que os Ventrue possam andar em seu território

Ato III, Epilogo I: Relatório da Harpia Chefe Assistente Octavius na última Elísia [1] do Rio de Janeiro para a Harpia Chefe Del Vecchio


A serviço das Harpias locais, eu fui convocado a observar o que de fato estava acontecendo no Elísio do Rio de Janeiro; procurar notícias sobre a investigação sobre o desaparecimento da Príncipe Dana; observar a situação do Principado etc.

Eis aqui meu relatório do que pude observar no Elísio Carioca:

- A presença de outros clãs no Elísio da Camarilla é descomunal, não só o Senescal em exercício é um Membro dos Antitribu Lasombra de nome Cristiano, o Manco, assim como também alguns Conselheiros da Príncipe e até o seu Algoz, muito para minha surpresa foram extremamente solícitos e pareciam estar, de fato, integrados á Seita. Há a pelo menos um Ancião Banu Haqim chamado Ibn Khaldum, igualmente Reconhecido na Camarilla

- Membros Independentes do Clã Giovanni eram numerosos. Eles parecem não estar cientes do que está acontecendo com seu Clã pelo mundo. Reparei também que quase não havia Membros do Clã Tremere na Elísia, coincidência ou não, haviam Seguidores de Set também. Por sinal pude testemunhar que Ancião Kalixto dos Setitas está acordado e socializando no Elísio. Senti falta da outra Anciã Serpente Independente, conhecida como Sara do Clã da Fé, a quem tive o prazer de conhecer em um Elísio em Brasília no passado.

- Ninguém soube me dizer qualquer notícia sobre a Príncipe Dana, nem sobre o status da investigação sobre seu desaparecimento.

- Talvez por ser um pouco mais independente que outros Principados e pelo seu passado de “Cidade Livre” os Membros do Rio não parecem se importar muito com algumas características da Seita ou com os Status. O Boato que houvera uma Missa Nodista na ultima Elísia foi confirmado. Tal ato foi devidamente repreendido por Chefe das Harpias Assistente Delfim, mas fica de exemplo. Estaria o Conselheiro Ancião Frei Diego ligado ao surgimento da Igreja de Caim? Isso ainda precisa ser verificado. Conheço alguns Josians e Mnemosyne que adorariam saber mais sobre isso...

- Tenho a impressão que o ponto alto da Elísia foi o a censura das Harpias á Corte. Elas pronunciaram que um Príncipe deveria ser declarado até o próximo Elísio com risco da cidade cair em desgraça se não for feito. Creio que esta exigência seja totalmente necessária. Minhas congratulações as Harpias e em especial ao Chefe das Harpias Assistente Ancião Delfim, que realmente se desdobrou naquela noite em serviço á Torre.

- Espero que o Príncipe a ser declarado seja de um dos Seis Clãs da Camarilla. Existe a possibilidade real de alguém advindo de um clã não-Camarilla ser declarado, pelo que pude perceber. A esta altura não duvidaria que até um Membro de um Clã Independente pudesse ser declarado Príncipe.

- Me arrisco a dizer que o conceito de cidade livre no Rio encanta especialmente aos Tolerados pela Camarilla Carioca, e também me arrisco a dizer que muitos deles gostariam até que o Rio não fosse da Torre, mas talvez uma espécie de Baronato ou um Domínio totalmente Independente (já que a volta da Cidade Livre sem a presença Sabbat é bastante improvável).

- Portanto é de recomendação desta Harpia que: caso não haja uma declaração de um novo Príncipe, ou no caso do Príncipe a ser escolhido não for um Membro de um Clã da Camarilla, que haja uma observação mais de perto da Seita para uma possível intervenção. Existe de fato uma real e urgente necessidade de se assegurar que a Torre sobreviva e comande o Principado do Rio. Recomendo que os olhos dos Justicars recaiam sobre esta situação de risco eminente e crescente.

- Recomendo também que se estenda do Principado de Brasília às Harpias do Rio de Janeiro, para que nossas influências estejam à disposição delas para qualquer intervenção ou futuras observações que sejam necessárias pelo bem de nossa Seita. Peço portanto uma audiência urgente com o Conselho Primogênito da nossa Capital para fazer tal recomendação.

Assim concluo meu relatório, Ave Camarilla!

Brasília, 04 do mês de Fevereiro, do ano de nosso senhor de 2019

Harpia Chefe Assistente Principado de Brasília Octavius,

Ancilla do Clã da Lua da Camarilla (Reconhecido e Estabelecido)

Cria de Florência, A Viúva

Grã Cria de Netchurch, O Cientista

Grã cria de Trimeggian, O Enciclopedista

Grande Grande Grã cria de Addemar, O Matusalém da Grande Peça

Grande Grande Grande Grã cria de Lambiel, O Matusalém que Acena

Grande Grande Grande Grande Grã cria de Malkav, O Somnus

Grande Grande Grande Grande Grande Grã cria de Enoch, o Sábio

Grande Grande Grande Grande Grande Grande Grã cria de Caim, O Pai Negro

[1] Elísia: Reunião em um Elísio.


Ato III, Epílogo II: Reunião oficial do Conselho da Rosa Sombria em Estado de Guerra do Novo Principado do Rio de Janeiro Local _Ingame:_ Tronco Coletor, Cidade Nova Mesa do Conselho: Príncipe: Anciã Dridane “Dana” Holman do Clã dos Reis ( ausente) Senescal: (substituindo a Príncipe e Conselheiro): Ancião Cristiano do Clã dos Magistrados (Ainda com o Status Autoridade por conta da ausência da Príncipe) Marechal: (em exercício no Conselho de Guerra): Ancião General Menezes do Clã da Rosa (ganha o Status Comandante e serve como um Consul no Estado de Guerra, dando o voto de minerva em caso de votações em empate ) Conselheiros do Clã da Rosa: - Ancião Mestre Afonso, Ex Príncipe do Rio - Ancião Téo (Ausente - sem secretário apontado ) - Anciã Ignácia (Ausente - Secretaria Katrina ) Conselheiros do Clã dos Magistrados: - Ancião Frei Diego, Arquiteto da Torre de Marfim - Ancião Müller Outros Conselheiros: Ancião Malaquias do Clã da Lua (Ausente - Secretaria Tape) Ancião Bernardo, o Benfeitor do Clã dos Escondidos (Ausente - Secretário Delfim) Ancião Don Guido da Pura Linhagem de Tínia do Clã dos Reis Conselheiro Rolf Bjornson do Clã dos Instruídos Convidado especial á Mesa: - Ancião Ibn Khaldun dos Banu Haqim Presentes em torno á Mesa: Os secretários já citados e a Harpia Ancilla Isabelle como Escrivã e um carniçal ( _ghoul_) do Clã dos Escondidos como Administrador


Entrarão no recinto para se dirigirem á Mesa do conselho os Membros citados na pauta.

Segue a pauta da noite de 24 de Fevereiro do ano de 2019

  1. Declaração e Revisão da pauta e entrada no final de assuntos de última hora

  2. Sobre a questão da definição do/a príncipe ( colocada pelas Harpias)

  3. Status do principado, estado de guerra e consequências do acontecido em Londres ( colocado pelo Senescal)

  4. A situação dos Gangrel após a morte/desaparecimento de Boaventura (Colocado pelo Mestre Afonso a pedido do O Marechal Meneses)

  5. A solicitação de expansão do efetivo da Camarilla do Rio, solicitando que alguns Membros abracem seus Carniçais (Ghouls) e os coloquem em treinamento. "Precisamos nos fortalecer em frente ao perigo." (Colocado por Mestre Afonso a pedido Marechal Menezes)

  6. A informe da investigação do sumiço da Príncipe Dana (Colocado por Mestre Afonso a pedido Marechal Menezes)

  7. Solicitação de recursos para criação de um Refúgio-Fortaleza comunitário, protegendo os Membros da Família em caso de ataque. (Colocado por Mestre Afonso a pedido Marechal Menezes)

  8. O Conselheiro Malaquias sugere que seja discutida a vinda de mais Banu Haqim para o Rio, para reforço da Camarilla local. (Colocado pelo mesmo)

  9. O Conselheiro Bernardo sugere a Criação de cargos Delegados e ajudantes oficiais tanto para o Xerife Dennys quanto para a Zeladora Dominique , além de sugerir que o Algoz Marcos Silva não seja escalado pela Zeladora como Defensor temporário do Elísio, o que atrapalha a execução de seu cargo oficial que já esta função é de suma importância e requer muita atenção. (Colocado pelo mesmo)

  10. O Conselheiro Don Guido sugere ao Principado a criação de uma nova cadeira a mesa do Conselho para o Clã dos Feiticeiros e a elevação do Regente Viktor da Casa e Clã Tremere ao cargo de Conselheiro . (Colocado pelo mesmo)

  11. Audiência requerida pela a Anciã Toreador Dominique, Dom Martino dos Giovanni e o Ancião Tremere de Brasília Pontífice Saavedra (Rasgaram Status cada para tanto).

  12. Sugerir que o responsável pela Práxis do Rio declare uma caçada de sangue sobre o Pária Brian e discutir a situação dos demais Caitiff do principado (pauta colocada por mestre Afonso)

  13. O espaço para assuntos de última hora.

0 visualização

© 2018 por Rio V5 LARP.  URL: www.riov5larp.com  |  E-mail: riov5larp@gmail.com  |

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco